Alimentação na Mulher

Menos massa muscular, mais gordura do que os homens e metabolismo mais lento. Essas são as características mais comuns encontradas na mulher ( principalmente depois dos 40 anos). Por isso uma alimentação saudável e que atenda às necessidades de cada fase da vida, tendo em consideração as mudanças hormonais durante a fase adulta, é fundamental para uma boa saúde. 



Com a menstruação aparecem as variações de humor e apetite que fazem com que a mulher se sinta numa verdadeira “montanha russa” e acabe por ceder a algumas "tentações" desequilibradas do ponto de vista nutricional. Após a menopausa, a mulher sofre transformações, não apenas do ponto de vista físico, mas também clínico. A redução dos níveis de estrogénios parece ser um factor importante na redução de gordura na “zona” glúteo-femural e aumento na zona abdominal, com consequente aumento do risco cardiovascular. Uma alimentação que esteja de acordo com essas variações, combatendo a “deposição” de gordura na zona abdominal é essencial para a manutenção da sua saúde e para a obtenção da forma física desejada.

 

Gravidez e amamentação;

Recuperação pós-parto;

Pré e pós-menopausa;

Redução do volume abdominal e anca;

Redução da flacidez e tonificação corporal;

Celulite e retenção de líquidos;